Su & Je

As aventuras de uma família de imigrantes vivendo no Canadá

Archive for novembro \13\UTC 2014

Imigração ou precipitação?

Posted by Susana em 13 de novembro de 2014

Oi pessoas !

Devido ao inúmeros emails,mensagens em meu facebook e por às vezes eu ter que responder pela madrugada pois devido à vida corrida aqui de rotina de escola da minha filha Rebecca,encomendas e prontas entregas da Cuisine du Brésil,casa,comida,roupa,enfim,e pelo o meu coração que sempre não consegue dizer não e ignorar as mensagens eis me aqui com um novo post que espero que façam as pessoas refletirem e analisarem melhor esta idéia que vem surgindo cada dia mais forte entre meus amigos que estão no Brasil,que estudaram comigo,trabalharam e até familiares,bom,o tema sugere e acabei me afastando um pouco do blog pois é de uma responsabilidade grande ficar escrevendo e nem sempre é visto com bons olhos,eu estou fazendo o que eu acho melhor e nem sempre o meu melhor é o melhor de fato! Mas….vamos aos fatos!!!!!!

Depois das eleições  e com muitos decepcionados com o resultado final tenho recebido mensagens e muitas perguntas sobre o processo,como se começa,como é o passo a passo e procuro links e sites de Imigração mas o que mais indico é estudar os idiomas tanto o francês como inglês…mas venho pensando estes dias se tenho agido corretamento pois se eu acertei na minha decisão isso não quer dizer que será o melhor e o mais correto caminho para todos afinal vim de uma família pobre,que sempre se virou pra trabalhar,não tive moleza nenhuma na vida,não vim de uma classe média e sim uma sobrevivente pois tem muita gente que vivia do mesmo jeito e ainda continua vivendo do mesmo jeito mas eu sempre fui ou melhor dentro de mim eu sentia que era diferente que tudo pra mim era ter que lutar ter que acordar cedo e a minha  luta foi de muitos anos,muitos exemplos que tive do contrário pra eu melhorar e não acabar igual,entende? Ou seja a minha força e a minha vontade de vencer que foram cruciais para eu chegar até aqui…estudei,trabalhei tudo o que eu podia,passei noites em claro pensando o que eu podia melhorar,mas,muita coisa acontecendo ao meu redor só aumentava as minhas forças como por exemplo,bom vcs que me acompanham já devem saber que sou a quarta filha de Imigrantes tb que vieram do Japão,e os meus pais assim como eu chegaram e não ficaram escolhendo trabalho,meu pai já foi estivador,ajudante de peixeiro ,pescador,já foi jardineiro e a minha  mãe foi costureira,ajudante de peixaria,e enfim fazendo pastéis que foi daí que puxei o dom  da cozinha….mas como em toda história triste tem uma compensadora,meus pais se conheceram no Rio de Janeiro,na cidade maravilhosa aonde tinha uma Ilha que se parecia muito com a Ilha de origem dos dois,Okinawa,e a Ilha que se conheceram foi na Ilha do Bananal,em Angra dos Reis…casaram e foram tentar a vida em São Paulo,aonde um tio ensinou a fazer os pastéis e dizia que ninguém fica sem comer e fazer comida era aonde dava dinheiro!Bom…a história é comprida e o tema já foi desviado…rsrrsrs

O que eu digo sobre precipitação é das pessoas acharem porque o País pode piorar e que perderam as esperanças de um Brasil melhor é a precipitação de ficar longe da família,de abandonar a vida boa, de ter que começar tudo do zero! São inúmeras razões que cada um deveria repensar e não porque uma fase ruim está aí e tirar conclusões altamente perigosas e caras num processo que além de caro é um passo super importante da sua vida,sim! Isso vai mudar totalmente a sua vida assim como mudou a minha a do Je e com certeza a vida de cada um que imigrou.Muita gente tb me pergunta se é porque eu tive a minha segunda filha aqui me deu o direito de ficar no País e se porque meu marido que me ajudou a estar aqui,bom todos aqueles que tiveram esta dúvida realmente não me conhecem!Eu tive que estudar o francês do mesmo jeito,entrei com o processo de Imigração,fiz a entrevista em francês,ter filhos nascidos aqui não muda em nada ,só o filho é canadense,eu terei que renovar meu passaporte ,estudarei pra entrar como o Processo de Cidadania,enfim,coisas que uma pessoa com filhos ou sem filhos terá que fazer!

Os pontos que devem ser levados em consideração e que pesam muito pra quem está acostumado com certas mordomias aqui é bem dificil mas claro,existe gente que paga para por exemplo limpar a sua casa,hoje em dia tem empresas que fazem este serviço mas o custo é caro,eu por exemplo prefiro eu mesma arrumar a casa,limpar as minhas coisas e comprar uma guloseima a mais dentro de casa!rs  Bom já percebeu que aqui no Canadá somos nós mesmas que arrumamos a casa,aqui tb não existe comidas por kilo,self service,marmitex,então mais um ponto negativo que nós mesmos temos que fazer as nossas comidas,sim,existe restaurantes mas vc não vai conseguir pagar todos os dias pra comer fora,ou então como eu que acha as comidas daqui ou muito adocicadas demais ou apimentadas demais e fazem a sua comida com o seu tempero!

Um ponto mais forte que tudo neste Mundo por aqui é o frio,e como é intenso e forte chega uns 8 meses de muito frio e 4 que passam voando de calor,ou seja,ninguém mente quando dizem que entramos numa fria,sim é muito frio,muito frio mesmo,mais que tudo nesta vida de muito frio!!!! -40,-30 abaixo de zero não é qualquer um que aguenta não,tem que ser muito forte e ter um emocional bem forte pra aguentar anoitecer às 4 da tarde e ver neve,vento,tempestades de neve,chão escorregadio , etc

Outro ponto muito forte e acho que um dos que fazem muita gente que imigrou e que mesmo tendo gasto horrores pra chegar até aqui e voltar é voltar ao aconchego  da família,simmm meus caros! Pra quem é muito apegado à familia já desista e agora desta hipótese de morar fora e beeem longe da familia pois aqui temos que ser pais de nós mesmos,mães até dos nossos maridos e com certeza a falta da comidinha da mamãe,falta da presença e da companhia familiar aqui já era,a não ser por Skype e quando eles tiverem ou vc tiver tempo tb…aqui no Canadá é tudo faça vc mesmo! Nos postos de gasolina abastece vc mesmo,nas escolas vc tem que deixar seu filho desde os 3 anos se vestir sozinho,os pais são proibidos de ajudar,eles já aprendem desde cedo ser independentes,as lições de casa são absurdamente exageradas,livros pra ler a cada dia,trabalhos e apresentações já com 5 anos! Os pais tem que participar dos trablahos ,das tarefas e assinar as lições,sem assinatura a criança leva punição e fica mais meia hora depois do horário normal na escola ,reunião de pais e mestres individuais e com 1 hora de entrevista o que eles chama de rend-vous,aqui tudo vc tem que marcar um RDV (Rend-Vous) para emprego,para dentista,consulta qualquer e até par abrir conta de banco marca um rend-vous!

Tudo o que estou escrevendo não é pra assustar e sim para cada um reavaliar suas decisões e mais pra frente ter em mente que tudo isso que estou escrevendo é pra vc ter uma idéia real e são fatos que acontecem no dia a dia aqui ,claro,vai ter muita gente que mora aqui e que já tem pessoa que limpa a sua casa,que já foi visitar sua familia no Brasil,mas digo para quem está chegando agora e pra quem pretende imigrar o quanto é dificil as coisas por aqui,nada é fácil e nada que vc tb não consiga viver deste jeito,cada um é cada um é mas os pontos que eu menciono é justamente pra cada um ter uma noção de como é viver aqui.

Outro ponto é o idioma e se integrar na sociedade..estudar muito o francês e o Inglês é um dos pontos de partida para vir para cá.

Além do idioma vc vai ter que aprender outra cultura,outros costumes  e se quiser viver bem aqui e gosta de viver em sociedade,é sociável terá que falar como eles,ou seja,muito da cultura nossa é feio aqui e super chato vc continuar com isso,pois por exemplo,aqui ser pontual é visto como respeito e levado muito a sério! O que não pode não pode,não existe o jeitinho pra acontecer as coisas,não existe o famoso jeitinho Brasileiro tem que ser deixado para trás,se vc não tem isso com vc,parabéns,vc está de acordo com o sistema de vida aqui!

Bom acho que era tudo o que eu queria passar pra vcs que estão na maior dúvida do que fazer e do que realmente é prioridade na vida,espero que tenha ajudado ou ao menos esclarecido algumas coisas,pois o meu intuito é escrever coisas pelas quais vivemos aqui e das coisas que muitos fizeram voltar…

…tem muito mais coisas mas sempre estou disposta a ajudar e sempre quando eu acho um tempinho tento ajudar ! Tomara que este post seja interessante para muitos e pra quem não gostou eu lamento é só parar de ler,mas,a minha parte foi feita! Fiz e escrevi o que o meu coração estava pedindo  e desejo-lhes de coração que a vida de cada um melhore e não se baseiem em como a minha vida mehorou e sim em como a sua vida pode melhorar!!!! No Brasil podia mudar o governo,mudar os políticos mas eu sempre tinha  dinheiro,sempre trabalhei,na minha opinião bem particular acho quem é trabalhador é trabalhador em qualquer lugar do Mundo,mas,quem já não gosta,não vai ser mudando de País que tomará gosto,bom,e tb de ser uma pessoa que gosta de mudanças ,tem que ser bem flexivel e  se sujeitar e aceitar trabalhar aonde o dinheiro chama,eu e o Je trabalhamos em restaurantes no primeiro ano que chegamos aqui e valeu a pena pois aprendemos e muito! Lembrei de um outro ponto forte é de quem vem como o marido ou esposa e de ter os dois o mesmo pensamento de mudar,pois conheço muitos casais que a idéia foi só de um,o esforço foi só de um e no final das contas acabaram que se separando,imigrar tem que ter a cabeça no lugar e saber exatamente o que quer pois aqui principalmente pra quem tem filhos a vida é super corrida e super atarefada,pra quem é acostumado a ter ajuda da familia aqui realmente não é o seu lugar! Muitos casais tem um acordo de primeiro um estuda e o outro trabalha,muitos tem como principal objetivo viver bem ter a tranquilidade e qualidade de vida! Sim é bem verdade que aqui é muito seguro,a educação é bem forte mas a saúde é bem igualitária ou seja é de acordo com a urgência e aqui temos médico de família que sempre acha que vc não tem nada,mas se vc bater o pé e vc mesmo ir atrás das coisas,acontece! Sim,eles aqui são bem conservadores….tem brinquedos à venda que eu brinquei nos anos 80 e até o fecho dos pães são conservados à moda antiga…com aquele lacre de plástico que eu lembro bem dos meus tempos de criança no Brasil…

Pra quem já decidiu que quer imigrar não precisa de advogado de imigração,de despachante ou alguém como eu que gosta e procura ajudar,comece como já está fazendo em ler blog,vá as palestras,mas tome muito cuidado,pois nas palestras eles mostram um Canadá perfeito e não existe lugar perfeito hein! Procure, pesquise, vá atrás do que realmente precisa,sem dinheiro para pagar o francês ou Inglês? Tem bibliotecas que tem o curso on line,tem comunidades sobre imigração que tentam te ajudar mas não vá com perguntas que pra eles é um insulto como por exemplo,como começo? Quais os primeiros passos,pra isso tem o Google,e tem também a necessidade de vc ter que saber ao menos do que se trata,do que vc tem que providenciar,a gente ajuda mas também precisa ter atitude da sua parte de como fazer de como agir,não se encoste em ninguém,seja interessado e não folgado!rs

Bom acho que mencionei tudo!

Imigração ou precipitação?

Façam as suas escolhas !

Um abraço à todos e o mais importante de tudo é ser feliz e fazer feliz,pois com um sorriso nos lábios e o pensamento forte e positivo já é um passo para melhorar a vida ! 😉

Posted in Sem categoria | 6 Comments »