Su & Je

As aventuras de uma família de imigrantes vivendo no Canadá

Posts Tagged ‘Francês’

Rebecca na escolinha

Posted by Jeison em 12 de novembro de 2010

Bom, completou-se duas semanas que nossa filha está indo numa «garderie» (a escolinha ou creche daqui), e alguns que estão próximos sabem outros não, mas foi uma quinzena bem difícil para nos três.

Já fazia um bom tempo que procurávamos uma garderie para a Rebecca, por N motivos, entre eles para ela realmente começar a aprender o francês e se socializar, para liberar a Susana para poder estudar, trabalhar e fazer outras coisas… Mas aqui, conseguir vaga em garderie é algo impossível, ok, há vagas em meio familiar, mas isso é uma loteria e não quero colocar nossa filha nisso nem a pau…

Meio familiar, é uma familia que para poder ter uma renda extra, já que a esposa não trabalha, pega um dos cômodos da casa e transforma em um local para eles cuidarem das crianças, parece que por lei cada adulto pode cuidar de no máximo 6 crianças. Algumas dessas até prosperam um pouco e contratam funcionários para poder ter mais crianças. Mas já escutei falar muito mal de algumas (muitas) e bem de outras (poucas), então preferi não arriscar com a Rebecca, ficamos mesmo procurando as garderies subsidiadas pelo governo, onde você para somente $7.00 por dia, isso mesmo $140.00 dolares por mês, de graça mesmo não tem !!! Ou garderie privadas, onde o custo varia normalmente a partir de $25.00 por dia. Mas mesmo nas privadas, perto de casa não achamos nada, nada mesmo, todas lotadas, quando fiquei sabendo de uma nova garderie que abriria numa cidade vizinha aqui* (nota no rodapé), e fomos la conhecer, a garderie estava em obras, era uma casa de três andares usada como escola de dança e academia, que estava toda em reforma ainda, a Susana não botou muita fé que estaria pronta até dia 01/11, essa visita fizemos em 30/09, faltavam apenas 30 dias e não tinha nem piso direito, mas eu acreditei na lábia de um dos donos, jovem, com alargadores na orelha, mas que falava muito bem, um vendedor nato ! Prometeu mil coisas, desde aula de circo, karate, passando por muro de escalada e introdução musical, bom, estamos falando de crianças de 2 a 5 anos de idade, achei tudo muito ótimo, não tínhamos nem um quinto disto no Brasil, vamos pagar pra ver… E pagar caro, essa nos sai a $37.00 por dia !!! Nem façam as contas para nao tomar susto !! Mas a Rebecca e a Susana não podiam mais ficar em casa. Em teoria, vamos receber uma parte desse valor, parece que até um teto de $25.00, então teoricamente, pagamos $12.00 por dia para nossa filha ir pra escola. Digo em teoria, pois ainda não sei como isso tudo funciona direito, ainda não vimos a cor de nenhum reembolso, estamos pagando 100% ainda. Parece que existem duas formas de reembolso, como a Susana foi finalmente chamada para fazer a francisação (outra novela pra contar depois) ela tem direito a esse reembolso, pois como ninguém pode ficar em casa com a Rebecca, além da bolsa de estudos eles vão acrescentar esse valor no cheque dela, mas ainda falta eu conseguir no trabalho um atestado que eu realmente trabalho, eu entreguei um modelo para o meu coordenador, que passou para o diretor, que passou pro RH, que nem sei mas onde esta. Parece que por ser um órgão publico não é qualquer um que pode assinar um documento como este. Feito isso, temos que devolver tudo isso no Cégep (escola da Susana – Collège d’enseignement général et professionnel (http://www.cegep-ste-foy.qc.ca)) que eles mesmo se encarregam de fazer este reembolso chegar.

Parece que existe um outro reembolso, que na verdade é uma espécie de restituição adiantada do imposto de renda, onde também vem uma parte desse dinheiro, mas pelo que entendi, é um ou outro, preciso conversar com amigos que estão a mais tempo aqui e que passaram por alguma situacao parecida.

Bom, esquecendo as contas, vamos falar da escolinha mesmo, dia 31/10 fomos la com a Rebecca, pois eles marcaram uma acolhida e apresentação dos professores de cada turma, ficamos bem impressionados com o prédio pronto, a escola ficou linda, tudo funcionando e melhor do que eu imaginei quando o Dan (um dos donos) apresentou a “idéia” da escola para nos. Estava cheio de gente, a Rebecca brincou, mas ainda bem tímida com as outras crianças, até ficou um hora inteira só com a professora enquanto os pais acompanhavam umas explicações do dono da escola. Pensei que ia ser moleza então. Nos dois primeiros dias, até foi, ela estava super empolgada com a idéia de ir pra escolinha, voltou bem contente, animada, etc… Mas ja no terceiro dia, não queria mais ir, chorava, não entendia porque não podia ficar em casa, teve que ficar nos braços da professora porque não me deixava ir embora. Na quinta (4° dia) foi o pior dia pra mim, ela começou a chorar e implorar para não ir desde o momento que acordou, foi de casa até a garderie chorando e reclamando, lá nem deixou eu troca-la direito, pois ela sabia que esses eram os passos antes de eu ir embora, tirar sapato, etc… A professora teve que segura-la com força pra eu poder sair, a Rebecca estava roxa de tanto gritar e chorar pra eu não deixa-la la. Entrei no carro e desabei, não consegui sair de la, fiquei chorando mesmo uns 15 minutos, liguei pra Susana, e só depois disso que pude ir trabalhar, digo, ir pro trabalho, porque trabalhar direito mesmo, eu não pude naquele dia. Quando peguei ela, ela chorou muito ao me ver, disse que eu demorei, etc… Fui com ela no shopping, e comprei um pequeno Lego pra ela, pra idade dela, chegou em casa, brincamos bastante, ela adorou. Conversamos bastante com ela, todos os dias, para ter certeza que a escolinha é tão boa quanto aparenta, e ela diz que são todos pacientes com ela, que a professora é boazinha, os amiguinhos, todo mundo é bonzinho com ela, perguntamos se ela come a comida, etc… Acredito que essa é a fase da adaptação, ela acabou de passar seis meses com o pai e a mãe grudados 24 horas por dia com ela, e de repente, ela passa a maior parte do dia dela com estranhos, que não falam a língua dela, e que ela não entende o que eles estão dizendo. Deve estar sendo horrível pra ela. Na sexta-feira (5° dia), ela até sonhou com a escolinha, porque antes dela acordar, já escutei ela resmungando falando que nao quer ir na escola, sonhando… Com isso ja comecei a ficar mal denovo, acordamos e no carro, eu prometi a ela que se ela ficasse boazinha eu compraria um Lego bem grande pra ela. Na escola, na hora de troca-la ela tava chorando, nao queria ficar, mas eu reforcei a promessa e ela engolia o choro, pensando no brinquedo. Entrou sozinha na sala, chorando, entrou e sentou num canto, nem foi nos brinquedos… Fui embora, sabendo que teria que cumprir a promessa, e assim foi feito, a Susana chegou em casa e quebrou o pau comigo, que eu nao deveria ter feito isso, que alem de gastar dinheiro, estava acostumando ela mal… Eu sei, sou de acordo também, mas o que eu poderia fazer, eu tinha passado dois dias horriveis também. E a Su por tabela também. O final de semana passamos todos bem proximos e aproveitamos bastante. Conversamos mais com ela, sobre a escolinha, explicamos que todas as crianças tem que ir na escolinha, até pedimos para o Ricardinho (amiguinho dela, filho de um casal amigo e vizinhos nosso, entre nos adultos até brincamos que é o namoradinho dela de tanto que os dois se gostam) que é um ano mais velho que ela para explicar pra ela que ele também ter que ir na escolinha e que ele gosta… Bom, a segunda e a terça foi meio complicado, nem tanto quanto na semana passada, mas ela ficou mais conformada eu diria. Ela chora agora só quando vou busca-la, ela diz que eu demorei muito, ve se pode !!!! Pior que pro nosso azar, esse final de semana mudou o horário aqui, entramos no horário de inverno, e com isso começa a escurecer as 16:30 e as 17:00 já esta bem escuro, e a Rebecca não vai entender isso tao assim cedo, na cabeça dela, eu tenho ido buscar ela a noite !!! Ela chora de perder a fala e quando recupera só diz: Porque demorou tanto ? Já esta de noite !!!!  Porque ??  E pior que o mais cedo que eu consigo sair do trabalho é umas 15:30, mas para isso, teria que entrar as 07:30 da manha, mas esse é o horário que temos saido de casa, então só chego na garderie entre 16:00, 16:30, quando já esta começando a escurecer, vai explicar pra uma criança que 4 da tarde não é noite, sendo que ela olha pro céu e vê noite !!!  ai ai ai…

Ontem aconteceu algo muuuuuuuuuuuito legal, eu fiquei chocado. Temos uma vizinha que é meio tan tan (lélé da cuca mesmo), mas boazinha, mala, mas tem bom coração. Bom, ela apareceu em casa, e eu abri a porta, ela tava com uma boneca na mão, e disse que tinha um cadeau (presente) para a Rebecca, e eu chamei a Rebecca, e ela começou a falar com a Rebecca, eu não sei porque, afinal de contas, ela sabia que a Rebecca não fala nada de francês, mas eu deixei ela falar, é meio doida, mas se isso faz bem pra ela, que mal tem… (tudo isso na porta de casa) Mas não é que teve uma hora que ela disse para a Rebecca lavar a mão para não sujar a boneca (tudo em francês, eu nem sei como dizer isso, eu entendi mas não sei reproduzir), e na mesma hora que ela disse isso, a Rebecca saiu correndo, foi no banheiro, lavou a mão e voltou !!!  Eu fiquei chocado !!! Eu perguntei pra Rebecca se ela tinha entendido o que a senhora falou, afinal de contas, é uma pessoa diferente, tem um sotaque diferente e forte, mesmo que a professora use essa frase na escolinha (lavar as mãos), a professora fala devagar, com calma, e faz parte da rotina da Rebecca, que ela nem se acostumou ainda, mas ela sabe as horas que tem que lavas as mãos na escolinha, mas em casa, a Rebecca nao estava esperando essa frase, e a ela também não é de obedecer assim tão instantaneamente, ainda mais se ela queria pegar a boneca, mas ela obedeceu e disse que entendeu sim o que ela falou !!! WOW !!!

Esses dias ela chegou pra mim e disse: E cachorro, como é que é ?? É chien !  Depois de me recuperar do susto, disse: muito bem, é chien sim, parabéns !!!

Nos brincamos assim com ela: Como é “tal coisa” em francês ? E ela responde: Como que é ?, é XXXXX !!  Quando ela não sabe, ela fica quieta. Mas o vocabulário dela era limitado a  água, copo, copo d’água, xixi, cocô e vermelho. Esses dias já percebi que posso acrescentar a essa lista Cavalo e Cachorro. E já vi que tem coisas que ela não consegue responder, mas que ela entende o que é. Muito loco essa evolução toda… E isso que só fazem 8 dias com hoje que ela vai para a escola… Tô meio besta ainda…

Bom, é isso, vou finalizar por aqui esse post, estou muito contente em ver que era (é) uma fase de adaptação dela, a cada dia que passa ela esta melhor, mais adaptada, converso com a professora dela quase todo dia, e ela sempre (depois daqueles dias iniciais terríveis) me dá bom feedback, dizendo que ela já interage mais, já conversa pequenas coisas em francês, ou em português mesmo com os amiguinhos, esta cada dia mais participativa., muito bom… Logo logo ela estará dando aulas para a gente.

Abraços a todos, até a próxima

* Quebec é composta por diversas cidades que se fundiram em 2006. A Rebecca estuda em Sainte-Emille, mas aqui é tudo bem perto (para quem veio de SP), e fica apenas a 10 minutos do meu trabalho que é em Quebec no bairro de Charlesbourg. Ao todo, entre sair de casa, deixar a Susana no Cégep, ir até Ste-Emille deixar a Rebecca, entrar na escolinha pra ajudar ela a tirar a bota e as roupas mais pesadas de frio e colocar o calçado e “interior” (tenis) pendurar mochila e entrar na sala dela, depois ir pro trabalho, tudo isso da cerca de 1 hora exata.  O google maps calculou 36 minutos num percurso de 25,2 kms, mas sem as paradas. Até que não é nada assim tão absurdo, pensando que eu levava quase isso em SP, detalhe: de moto, num percurso de 12,5 kms (menos da metade!!). Eu estou achando tudo isso bem tranquilo por enquanto, quando a neve chegar aqui de verdade eu conto se ainda tah tranquilo.

 

Anúncios

Posted in Canadá, Pessoal | Etiquetado: , , , , , , | 18 Comments »

Mises à jour

Posted by Jeison em 16 de junho de 2010

Bom,

Agora mais aliviado por ter sido aprovado no teste pratico da SAAQ, vamos recolocar nossas coisas em dia.

Ontem finalmente chegou os cartões de residente permantente da Susana e da Rebecca com validade até junho de 2015, o meu ainda não chegou, ou se extraviou, mas vou aguardar mais um pouco antes de reclamar, mas por enquanto, ainda sou indigente…  kkkk

Tomamos uma decisão quanto à cidade a morar, e já fechamos um contrato de aluguel até agosto de 2011 em Sainte-Foy, Québec, em breve posto mais informações sobre a nossa nova morada, mas será um 3 1/2, ou seja, 1 quarto, sala e cozinha e 1 banheiro. O valor do aluguel já inclui tudo, desde os serviços do síndico/caseiro, limpeza das areas comuns, estacionamento, piscina, aquecimento,  água e eletricidade. Vamos pagar esse valor fixo até 2011 e não teremos surpresas nas contas.

Fiz a inscrição em um curso de francês na universidade de Laval, e solicitarei a bolsa ao governo, pois o curso é em período integral, esse curso é bem interessante, pois irá aumentar muito as minhas chances na hora de procurar emprego…

Dia 30 iremos para Québec, e ficaremos em um apartamento temporário até dia 1 de agosto, que é quando poderemos entrar em nosso apartamento definitivo.

Coisas que ainda tenho que providenciar:

* Alterar todos os nossos endereços em banco e orgão do governo para nossa nova morada.

* Cancelar garderie da Rebecca aqui em Montréal

* Alugar um depósito para colocarmos nossas coisas e providenciar um caminhão para o dia 1 de agosto.

* Verificar a ajuda de custo para crianças que ainda não veio nada…

* Marcar rendez-vous no MICC do Québec

Acho que é isso…

Esse final de mes ainda vai ser corrido, mas voltarei em breve…

Abraços

Posted in Canadá, Jeison, Pessoal | Etiquetado: , , | 10 Comments »

Mises à jour

Posted by Jeison em 6 de junho de 2010

Para não passar a semana em branco:

* Francisação

Fizemos a nossa entrevista de nivelação para a francisação nesta sexta-feira, os métodos aplicados para avaliar à mim e para Susana foram bem diferentes, o que me leva a crer que não há uma regra para isso, mas o importante, é que hoje recebemos um aviso eletrônico que fomos aceitos para a francisação em tempo completo e com bolsa para pelo governo, assim que aparecer uma vaga seremos incritos e convocados, o que deve acontecer quando abrirem as novas turmas de outono no início de agosto. Só nos resta esperar. Outra boa notícia é que perguntei para o rapaz do MICC como proceder caso de irmos pra Québec, e segundo ele, o procedimento é fácil, basta comunicar o MICC e pedir a transferência, não há qualquer problema nisto.

* Permis de Conduire
Essa sexta-feira também, recebi a carteira que me permite fazer o teste prático para obter a permissão de conduzir um veículo de passeio, como já foi dito em outros lugares, esse povo gosta de gastar dinheiro a toa, é um cartão tipo de crédito com foto e tudo mais, pra que tudo isso pra utilizar apenas uma única vez ??? Bom, voilà, eis o cartão.

* HSBC
Chegou também nossos cartões de crédito canadenses, com limite de menos de um terço do que imaginei que chegaria, mas chegou.
Ok, e dai, porque isso é importante. Aqui existe uma coisa chamada score credit/histórico de crédito, neste mundo nada se cria, tudo se copia, e o Alexei usa esse sistema de tradução instantânea no blog dele, e eu acho o máximo e vou começar a implantar por aqui também !!!
Voltando ao histórico de crédito, você precisará dele pra tudo, alugar apartamento, comprar coisas mais caras, solicitar cartão de crédito, financiar, etc… É uma caixa preta a regra que eles usam pra criar este histórico, mas basicamente é assim, a cada conta paga em dia, ele cresce, e a cada inadimplência ele despenca, a cada consulta também se perde alguns pontos, por isso as empresas normalmente perguntam se podem consultar ou não, mas eu não entendo porque perguntar, pois se você disser não, a “transação” que você quer também será negada, donc…
A parte boa dessa notícia, é que só o cartão de crédito conta no score, pagar contas com o cartão de débito não dá ponto nenhum, então só agora estamos começando a montar nosso histórico de crédito para daqui uns dois anos podermos comprar nossa casa. Diferentemento do cartão brasileiro, este não faz nenhuma menção à ser PREMIER ou não, mas acho que são, espero… E tem esse sistema pay pass, que funciona como um bilhete único pro pessoal de SP, você só aproxima o cartão da leitora na hora de pagar e a transação acontece totalmente touch less/sem contato, só por aproximação mesmo…  bem legal

* Dia-a-dia

Bom, ainda estamos indecisos quanto a ir pra Québec, mas a questão de que lá estaremos perto dos amigos, que o pouco inglês que temos pode ser um diferencial e não uma obrigação na hora de conseguir um emprego, e que estaremos num ambiente 100% francofono e não bilingue como é Montréal, me incentivam a querer ir pra lá, passar ao menos um ano, ficar fera mesmo no francês e depois decidir o que quero, me dedicar mais ao inglês, etc, etc, etc.

Bom, é isso…  Fizemos também uma visitinha a Ottawa, mas isso é pro próximo post, abraços a todos e até breve…

Posted in Canadá | Etiquetado: , , , , , , | 2 Comments »

Updates

Posted by Jeison em 20 de janeiro de 2010

Bom,

Não há muitas novidades desde o ultimo post.
Mas vamos à algumas coisas:

Conta no HSBC:
Bom, desde que abria conta, houve alguns avanços: Recebemos nossos cartões de débito brasileiros, mas vieram errados, chegaram os SuperClass, quando deveriam ter chegado os Premiers, mas tudo bem, a gerente já viu isso e os novos já foram emitidos e estão nos correios, o cartão de crédito master chegou certo, mas o visa sumiu no caminho também, mas a gerente já o está rastreando para que chegue. Como não estamos com pressa, isso não nos atrapalhou em nada. Semana passada, recebi uma ligação de um assistente do IBC Brazil, que é a parte brasileira do HSBC Internacional, avisando que recebeu uma indicação para abertura de conta canadense, e conferiu alguns dados por telefone mesmo e me mandou um email com formulários e instruções (tudo em inglês). Esse final de semana me pus a ler, entender e preencher todo o formulário, não é nada de complicado, é só um cadastro. Junto com o formulário, é solicitado que mande cópias de documentos, como passaporte e carteira de habilitação, e mandei também uma cópia do CSQ. Deixamos ontem com a nossa gerente todo o pacote e ela nos disse que já enviaria (hoje provavelmente) para o escritório do IBC Brazil, e que eles analisariam e que não havendo nenhum erro, já seria enviado para o Canadá.
Chegando lá, o pessoal do IBC Canada deve entrar em contato comigo para confirmação de dados, e tudo isso será encaminhado à agencia canadense que eu escolhi para a abertura da conta. Os cartões de débito e cheques serão enviados via FEDEX, mas as senhas serão enviadas via correio normal, o que deve demorar um pouco. Agora  é só esperar e ver como isso se desenrola ! Por enquanto, está caminhando bem.

Passagens Aéreas:
Isso é uma novela. Estou procurando as passagens, com mais ênfase eu diria. Rolou um e-mail nos fórums, dizendo que tinha passagens só de ida pela AC por R$ 1.400 já com todas as taxas, super barato, mas quando fui tentar saber mais, já não tinha mais esse preço, só por R$ 2.600. Ainda estou insistindo e pesquisando, mas oficialmente, o menor preço que achei até agora, foi de R$ 2.200 ida e volta.
Decidimos ir pela AirCanada, apesar de ser mais cara, é um voo direto. (até Toronto) . Via méxico, é o trecho mais barato R$ 1.100 com taxas, mas o tempo de conexão na cidade do méxico, é muito alto, e depois tem outra conexão em Toronto, para ir com a Rebecca, será muito desgastante.

Processo:
Estou feliz, pois vejo o consulado trabalhando, apesar de no nosso e-cas  (que poderia ser o e-caca) ainda não aparecer o endereço nem nada, devem estar para chegar os pedidos, pois tem muita gente de agosto recebendo e tem gente de Setembro que já recebeu também, estamos na fila, nosso processo tá lá na pilha em algum lugar !! Só esperar, esperar e esperar…

Francisation en ligne:
Ou  FEL como é chamada. Estou fazendo, e pode não parecer, mas é bem puxada, exige dedicação e horas semanais de estudos, estou gostando muito, minha tutrice pega no meu pé, para eu estudar e me dedicar mais, mas é bem legal. Amanhã tem uma classe virtual, que é uma espécie de CHAT com voz…  Vamos ver !!!  Estou no começo ainda, é final do módulo 1…

Trabalho:
Como alguns sabem, no final de Novembro meu contrato encerrou (trabalho como consultor), e tive que ir atras de outra empresa para prestar serviços, graças a Deus, não fiquei um dia parado sequer. Em Dezembro já estava trabalhando, mas, apareceu uma outra oportunidade, financeiramente bem melhor, e eu aceitei, e agora em janeiro, mudei de emprego de novo, devendo permanecer neste até a data da viagem. Com isso espero juntar o dinheiro necessário para passar os primeiros 4 a 5 meses desempregado no Canadá, claro que pretendo arrumar emprego logo, mas temos que levar alguma reserva.

Francês:
Eu ainda pretendo  continuar na École Québec esse semestre, pois para mim, um curso presencial é essencial. A Susana vai parar, ela não está aproveitando tanto quanto eu, pois para ela, o jeito de se aprender é no dia-a-dia, cada pessoa tem uma melhor forma de aprender… Ainda a incentivarei a fazer a francisação online, para não enferrujar e quando chegarmos lá, ai sim ela irá aprender bem, no mercado e na rua…

Bom meus amigos, acho que é tudo, sem muitas novidades, mas vou escrever com mais frenquencia, agora que sosseguei em um emprego, acho que posso me dedicar mais as minhas pesquisas e as coisas que tenho que fazer para a viagem.

Abraços

À bientôt

Posted in Canadá, Jeison, Pessoal | Etiquetado: , , | 5 Comments »

Yes, we can !!!

Posted by Jeison em 6 de agosto de 2009

Finalmente meus amigos…

Está na hora de dar aquele suspiro, puxar todo o ar que puder e dar tudo de si na reta final rumo à vitória !!!

Como o post de ontem diz, optamos pela entrevista, hoje fui para o escritório normalmente, estou eu lá trabalhando e lendo meus e-mails, quando lá pelas 9:40, chegou um e-mail da Lucy Almeida lá do BIQ, nossa, gelei !!! Nem consegui ler o e-mail todo, vou fazer isso agora, para postar aqui e traduzir para o pessoal que não tem francês, mas fui só no principal, o assunto: “Convocação para a entrevista de seleção” e o dia e hora, nosso dia D: 30 de Setembro as 09:00 ,no mesmo minuto mandei um e-mail para o grupo do yahoo, meio sem pé nem cabeça, mas tinha que contar a todo mundo, já que não podia gritar lá no escritório !!!! hehehehe.
Ah, quero aproveitar e agradecer todas as mensagens de retorno, sinceramente, não esperava tantas respostas, o que me deixou imensamente contente !!! Nosso muito obrigado !!!

Bom, vamos ao que interessa, esse post vai ficar longo, mas sei que muitos que ainda estão iniciando o processo tem curiosidade de ver as cartas e ler tudo que podem, como eu encontro muito poucas pessoas que colocam os conteúdos na íntegra, vou colaborar para aumentar essa estatística, e como de costume, segue primeiro o conteúdo em francês e na seqüência a tradução.

CONVOCATION –  Entrevue de sélection

Bonjour  M Jeison Ribeiro de Souza,

Nous avons pris connaissance de votre projet d’établissement au Québec et nous avons le plaisir de vous informer que nous sommes en mesure de poursuivre l’étude de votre demande.

Nous vous convions à une entrevue avec une conseillère ou un conseiller à l’immigration du Québec :

LIEU:   Bureau d’immigration du Québec à São Paulo

Av. Eng. Luis Carlos Berrini, 1511   15 étage

Sao Paulo – Sao Paulo

DATE :  30 septembre              HEURE :  09h00

Seules les personnes suivantes doivent vous accompagner à l’entrevue :

· votre époux(se) ou conjoint(e) de fait;

· vos enfants à charge célibataires de 18 ans et plus;

N.B. Prière de ne pas emmener à l’entrevue les enfants.

Nous vous demandons de confirmer votre présence à l’entrevue dans les 10 jours suivants l’envoi de cette convocation en nous retournant un courrier électronique et en n’oubliant pas d’y préciser votre nom complet, votre date de naissance et la date de votre convocation. Si pour des raisons de force majeure la date et l’heure suggérées ne vous conviennent pas, veuillez nous en informer immédiatement et nous verrons la possibilité de fixer un autre rendez-vous.

Toute annulation ou absence après confirmation de présence à une entrevue entraînera la fermeture du dossier et le refus de la demande. De même, si vous ne répondez pas à la lettre de convocation, nous prendrons pour acquis que vous n’êtes plus intéressé(e) à immigrer au Québec et nous fermerons votre dossier.

Nous n’accepterons qu’une seule annulation de rendez-vous pour un motif majeuravec soumission d’une pièce justificative par la poste. Nous tenons à vous rappeler que si vous ne pouvez vous présenter au deuxième rendez-vous, votre dossier sera fermé.

Dans l’attente de vous rencontrer nous vous prions de recevoir, l’assurance de nos meilleurs sentiments.

Lucy Almeida

Technicienne en Immigration

Cliquez ici avec le bouton droit pour télécharger les images. Pour protéger la confidentialité, Outlook a empêché le téléchargement automatique de cette image à partir d'Internet.

LISTE DES DOCUMENTS POUR ENTREVUE

VEUILLEZ APPORTER À L’ENTREVUE LES ORIGINAUX ACTUALISÉS DES DOCUMENTS SUIVANTS :

1. Les passeports valides du(de la) requérant(e) principal(e) ainsi que de celui des membres de la famille qui l’accompagneront au Québec;

2. Certificats de naissance du (de la) requérant(e) principal(e) et des membres de la famille qui l’accompagneront au Québec;

3. Preuves de statut familial : certificat de mariage, actes de décès du conjoint, de divorce, d’adoption, etc. Conjoints de fait : preuve de relation maritale et de cohabitation;

4. Contrat relatif à la capacité financière complété et signé par le requérant principal (http://www.immigration-quebec.gouv.qc.ca/publications/fr/dcs/D21.pdf )

5. Preuves de scolarité, diplômes et relevés de notes : requérant(e) principal(e), époux (se) ou conjoint(e) à jour ;

6. Preuves de l’emploi actuel et des emplois occupés au cours des cinq dernières années – requérant(e) principal(e), époux(se) ou conjoint(e) de fait. Aussi que les preuves dans les cas suivants : si vous exercez ou avez exercé une activité à votre compte; si vous travaillez ou vous avez travaillé dans un territoire autre que celui de votre pays de citoyenneté; si vous résidez ou vous avez résidé temporairement au Canada.

7. Preuves de connaissance linguistique : votre niveau de français et/ou anglais – requérant(e) principal(e), époux (se) ou conjoint(e) de fait.

8. Preuves de liens de parenté au Québec : si un membre de votre famille réside au Québec (époux, conjoint de fait, père, mère, fils, fille, frère, sœur, grand-père ou grand-mère).

*** Il n’est pas nécessaire de fournir de traduction pour les documents rédigés en portugais, espagnol, anglais ou français.

Versão Traduzida:

CONVOCAÇÃO –  Entrevista de seleção

Bom dia  Sr Jeison Ribeiro de Souza,

Nós tomamos conhecimento de seu projeto de estabelecimento em Québec e temos o prazer de lhe informar que estamos em condições de prosseguir o estudo de sua solicitação.

Nós lhe convidamos à uma entrevista com uma conselheira ou um conselheiro para a imigração do Québec :

LOCAL:   Escritório de imigração do Québec em São Paulo

Av. Eng. Luis Carlos Berrini, 1511   15º andar

São Paulo – São Paulo

DATA :  30 de Setembro              HORA :  09:00h

Somente as seguintes pessoas devem lhe acompanhar à entrevista :

· seu esposo(a) ou cônjuge de fato;

· suas crianças dependentes solteiras maiores de 18 anos;

Obs: Favor não levar à entrevista as crianças.

Nós lhe pedimos para confirmar sua presença à entrevista no prazo de 10 dias após o envio de presente convocação nos retornando um email e não esquecendo de incluir seu nome completo, sua data de nascimento e a data de sua convocação. Se por alguma razão de força maior a data e a hora sugeridas não lhe forem convenientes, queira nos informar imediatamente e veremos a possibilidade de fixar um outro encontro.

Qualquer cancelamento após a confirmação ou a falta de presença em uma entrevista levará ao encerramento do processo e a recusa da solicitação. Do mesmo modo, se você não responder à essa carta de convocação, iremos supor que você não está mais interessado em imigrar para o Québec e encerraremos seu processo.

Nós somente aceitaremos um cancelamento de entrevista por um motivo de força maiorcom apresentação de uma justificativa pelo correio. Queremos lembra-lo que se você não puder se apresentar em uma segunda entrevista, seu processo será encerrado.

Enquanto esperamos para conhece-lo, queira receber o seguro de nossos melhores sentimentos.

Lucy Almeida

Técnica em Imigração

Cliquez ici avec le bouton droit pour télécharger les images. Pour protéger la confidentialité, Outlook a empêché le téléchargement automatique de cette image à partir d'Internet.

LISTA DOS DOCUMENTOS PARA A ENTREVISTA

FAVOR TRAZER À ENTREVISTA OS ORIGINAIS ATUALISADOS DOS SEGUINTES DOCUMENTOS :

1. Os passeportes válidos do(a) requerente principal bem como dos familiares que o acompanhará ao Québec;

2. Certdões de nascimento do(a) requerente principal e dos familiares que o acompanhará ao Québec;

3. Provas de estado civil : certidão de casamento, certidão de óbito do cônjuge, de divórcio, de adoção, etc. Cônjuges de fato : prova da relação marital e de cohabitação;

4. Contrato relativo a capacidade financeira preenchida e assinada para o requerente principal (http://www.immigration-quebec.gouv.qc.ca/publications/fr/dcs/D21.pdf )

5. Provas de escolaridade, diplomas e boletins de notas : requerante principal, esposo(a) ou cônuge de fato;

6. Provas de emprego atal e dos empregos ocupados nos últimos cinco anos – requerente principal, esposo(a) ou cônjuge de fato. Também provas nos seguintes casos : se você exercer ou ter exercido uma atividade autônoma; se você trabalhar ou ter trabalhado em um território que não seja o seu país de cidadania; se você viver ou ter vivido temporariamente no Canadá.

7. Provas de conhecimento lingüístico : seu nivel de francês e/ou inglês – requerente principal, esposo(a) ou cônjuge de fato.

8. Provas de linhas de parentesco em Québec : se um familiar vive no Québec (esposo(a), cônjuge de fato, pai, mãe, filho, filha, irmão, irmã, avô ou avó).

*** Não é  necessário fornecer uma tradução para os documentos redigídos em português, espanhol, inglês ou francês.

Pois é… Ai está o conteúdo na íntegra, e só agora que vi que temos que confirmar nossa presença na entrevista, não sabia dessa parte…

Recuperados do susto (nem tanto, pois sabíamos que seria final de Setembro, talvez duvidássemos), temos que aprender a montar as tão famosas pastas, e ainda não sei bem como fazer, tenho idéia do conteúdo e da ordem que devemos dispor os documentos, mas não sei se é melhor pastas com plásticos, pasta de elástico com os papeis todos soltos dentro, mas na ordem, aceito sugestões…

Hoje já comecei a marcar no “google maps”, que para quem não conhece, é uma ferramenta da google que disponibiliza mapas do mundo inteiro, e lhe permite marcar pontos de interesse e salvar, como se fosse colocando taxinhas naqueles mapas de parede, e foi o que fiz, comecei a marcar empresas de tecnologia que colocaram anúncios no Monster, Jobboom e Workpolis e que eu me qualificaria para a vaga, em um outro post falarei dos sites de busca de emprego e minha opinião sobre cada um deles.
Depois de marcar empregos em cidades como Gatineau, Montréal, Laval e Québec, quero marcar ofertas de apartamentos e onde estão nossos amigos que foram para o Canadá, para ganhar pontinhos de adaptabilidade e nos situarmos melhor.
Ainda temos que estudar mais sobre a cultura canadense, sobre a história da província e das cidades onde queremos ir, alguns dados como população, criminalidade, etc… E não menos importante, temos que aprender francês !!! Catherine, contamos com você !!!! Salve-nos !!!
Temos que conseguir tudo isso, como podem ver no novo contador que coloquei ai no menu a direita, em 1 mês, 3 semanas e 3 dias !!!
Mas como o titulo sugere, nós podemos, temos fé que conseguiremos e Ele estará junto de nós para nos ajudar !!!

Mais uma vez, muito obrigado pela torcida, pelo carinho e pela ajuda de todos vocês !!!

Até breve !!!

Posted in Canadá | Etiquetado: , , , , | 22 Comments »