Su & Je

As aventuras de uma família de imigrantes vivendo no Canadá

Abrindo conta no banco – Parte I

Posted by Jeison em 22 de dezembro de 2009


Bom,

Esse não será um post completo, será apenas uma prévia.

Resolvi escrever para contar um pouco de nossa experiência em abrir conta em banco no Canadá ainda estando no Brasil. Bom, nossa experiência ainda não é completa, pois as contas ainda não foram realmente abertas, mas estão em vias de, então vamos lá.

Existem várias opções, muito se discute em como levar dinheiro do Brasil para o Canadá, os fóruns são palcos de inúmeras discussões acaloradas sobre este assunto, há quem diga que o melhor é comprar tudo em TC os famosos Travellers Cheques, outros dizem para utilizar o VTM conhecido por Visa Traveller Money, que é uma espécie de cartão de débito pré pago, poucos ainda dizem para levar em papel moeda.

Bom, sabemos que o HSBC é o único banco que permite abrir uma conta no Brasil, e transferir sem custo algum (só IOF) o dinheiro para uma conta HSBC Canadense, pagando-se o cambio oficial do dolar, que é muito mais barato que o cambio utilizado em casas de cambio ou em bancos. Mas, é preciso ser cliente premier. Existem algumas maneiras de ser cliente premier, uma dela, é demonstrando ao banco, que você possui uma renda mínima mensal de R$ 5.000,00, o que não é muito se comparado com outros bancos. Bom, a brincadeira toda é a seguinte, ontem, abri minha conta premier aqui, no Brasil, em 10 dias úteis mais ou menos, depois que nossos cartões chegarem, nossa gerente de contas aqui, solicita junto ao departamento de internacionalização, a abertura da conta canadense, os cartões de lá serão enviados para o Brasil junto com os talões de cheque, e o melhor, nossa conta canadense, também será premier, detalhe, para um canadense ser premier, tem que provar CAD$300.000,00/ano, ou seja, já chegamos em grande estilo.
Mas, vejam só:

Vantagens

  • Ter conta premier no Canadá.
  • Paga-se só uma tarifa pelas duas contas.
  • Facilidade de transferir dinheiro do Brasil-Canadá e Canadá-Brasil.
  • Transferência utilizando o cambio oficial, sem taxas extras.
  • Cartões de crédito TOP (Brasileiro) sem anuidade enquanto for premier.
  • Pacote de serviços gratuitos(incluso na mensalidade), como seguros, ajuda internacional, etc…
  • Pode utilizar caixas de outros bancos canadenses sem pagar taxa extra.
  • Administrar as duas contas no mesmo internet banking.
  • Abre-se a conta canadense a partir do Brasil.
  • Não precisa de depósito inicial.

Desvantagens

  • Há poucas agencias no Canadá.
  • Alto custo da cesta de serviços (R$ 45,00/mês).
  • Para ter isenção de tarifa da cesta, tem que deixar R$ 75K na conta. (muita grana na minha opinião)

Ainda estou descobrindo as coisas, então se alguém tiver algo a acrescentar, por favor, quero enriquecer este post !!

Fomos informados, que receberemos apenas cheque e cartão de débito canadense, o cartão de crédito, só depois que chegarmos lá, e dependerá de critérios de avaliação canadense para a concessão. Nosso histórico de crédito do HSBC brasileiro, será automaticamente transferido para a conta canadense, e será util dentro do HSBC, não sendo valido fora da instituição, mas é melhor que nada.
Ah, ia esquecendo, fui em três agências e não consegui abrir a conta, então, pedi indicação a amigos, fui no local indicado e fui super bem atendido.  O contato é a Tatiane Albuquerque na agência abaixo.

0911: URB GABRIEL MONTEIRO DA SILVA
AV BRG FARIA LIMA 2018
CENTRO – SAO PAULO – SP
FONE: (0XX11)3811-6000
CEP: 01451-000
FUNCIONAMENTO: 10:00H ÀS 16:00H

Fora o HSBC, abrimos pela internet, ou melhor, ainda estamos abrindo, falta enviar alguns documentos para eles, mas depois faço um post do tipo passo-a-passo contando, uma conta no Desjardins, que pelo que percebi, é uma espécie de cooperativa, mas apoiada pelo governo, seria o Bradesco de lá, banco do povo, tem em cada esquina, oferece o básico e é barato.

Vantagens

  • Abertura da conta pela internet.
  • Barato.
  • Tem em todas as cidades do Québec.
  • Menor exigência para abertura.
  • Programas de apoio ao imigrante.
  • Tem gerentes que atendem em português.
  • Cesta de serviços de apenas CAD$ 5.00

Desvantagens

  • Não tem quase agencias fora do Québec.
  • Dificuldade para transferir recursos do Brasil-Canadá (Ainda estou pesquisando esse item).

Ainda estou pesquisando o banco, fizemos a pré-abertura, falta escanear e mandar alguns documentos (CSQ e passaporte), ainda estamos estudando as maneiras mais econômicas de levar dinheiro para o Desjardins, ou seja, ainda falta muita pesquisa.

Sei que existem outras opções de bancos, mas pelo que me parece, que dá pra abrir conta a partir do Brasil, são só esses…

Mais pra frente, assim que confirmar a abertura das contas, ver como funciona direitinho, ai explico tudo com fiz, os passos-a-passo, as dúvidas, etc…

Assim que tiver novidades, vou dando os updates.

À bientôt

Anúncios

5 Respostas to “Abrindo conta no banco – Parte I”

  1. Les Lapins said

    Realmente HSBC no nosso caso foi a melhor opcao, quando estavamos para pedir conta corremos abrir a conta para ainda ter ren da, e depois para ter a aplicacao e ser premier, usamos a rescisao, hehehe… depois os carros, etc, etc…
    Na nossa época a isençao era para investimentos de 50k, mas essas coisas variam muito conforme a época mesmo. A mesma coisa vale para a questao traveller, dinheiro, cartao visa… tudo depende das taxas cobradas no BRasil na época da compra do dolar. Na nossa época, embora o cambio na compra dos traveller nao fosse a coisa mais fofa do mundo, somando e dividindo saiamos ganhando com a compra dos traveller, e principalmente com a troca sem custo e rapida no HSBC daqui… mas como ja falamos, o que serve para um em uma época nao é necessariamente bom para outro em outra.

    Feliz Natal para vocês também, que 2010 seja um ano cheio saude, paz e de realizacoes. De preferencia no QC!!!

  2. Ótimo post!
    Acho que o HSBC vai ser a minha opção. Vou passar nesse endreço da Faria Lima, pois fui no HSBC do WTC quando paguei a taxa do federal e o cara não conseguiu me explicar nada, disse inclusive que o histórico de crédito daqui não conta nada, pra ser premier lá no canadá as exigências são outras e bla’blá blá. Enfim, o contrário do que vcs conseguiram levantar.
    Vou lá checar também!

    Valeu Su e Je!
    merci.

  3. Ilha said

    Olá Jeison, boa dica essa, tem informações que o desjardins é interessante principalmente quando se tem alguém para te apresentar como correntista, aí as coisa mudam de figurino…

    Abraços,
    WIllian.

  4. Ruy said

    Tem poucas agencias mas tem bancos conveniados onde podemos sacar como se fosse o HSBC
    https://www.hsbc.ca/1/2/fr/contact-us/atm-branch-locations
    Acho q a opção do Hsbc é melhor principalmente para quem tem renda no Brasil, a conta deve ser aberta com antecedência, no mínimo um mes e meio a dois meses antes da viagem para dar tempo de chegar os cheques e o cartão, do Canada além de evitar imprevistos.
    Outra forma de retirar dinheiro é ir ao caixa eletrônico visa plus (procure o logo) e escolher a opção chèques invés de credit desta forma o saque é feito direto na conta, mas tem que ter um cartão visa internacional e o limite de saque nos caixas eletrônicos para saque é de 400cad e cada retirada paga 1,50cad

  5. […] no HSBC, seguindo o exemplo da nossa amiga Pati do Patitando e o Jeison do blog Su e Je que deu a dica do HSBC daqui de […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: