Su & Je

As aventuras de uma família de imigrantes vivendo no Canadá

E o vento não levou!

Posted by Jeison em 29 de agosto de 2011


E o vento não levou !

Ontem a ((o) ainda não entendo porque furacões tem nomes femininos) Irene, ou ao menos o que sobrou dela, passou pelas bandas de cá.
Desde sábado tinha um alerta vermelho de 4 páginas no canal do tempo, chuvas de 50 a mais de 100 mm e ventos de 70 a 140 km/h previstos para ontem, domingo.

Acordei as 8, o tempo ainda estava normal, nublado, mas nada demais. Assisti o grande prêmio da Bélgica, só perdi a cagada que o Bruninho fez na largada, pois quando liguei a TV já estava na 3a volta. Já tinha me programado para não sair de casa, pois com tantos alertas, o Obama falando que seria um furacão histórico, etc, o melhor é ficar em casa mesmo, se bem que… As casas aqui me lembram a estória dos três porquinhos, onde o primeiro construía uma casa de palha e o lobo soprava, e depois o segundo que fazia a casa de madeira e depois do sobro do lobo, bau bau casa !!!  Bom, aqui acho que as casas estão entre a casa de palha e a de madeira, pois por causa do custo e por ser melhor isolante térmico, as casas tem estrutura de madeira e paredes de papel (gesso acartonado), por isso agora pra mim não é de se estranhar quando vemos imagens na TV de casas que foram literalmente falando varridas pelos ventos de um furacão, e as vezes ficava só o banheiro, e o resto da casa, bem, o vento levou !!

A corrida acabou umas 10 e pouco, tomamos café (eu já tinha tomado antes), e fiquei jogando um pouquinho de vídeo game, quando era umas 2 da tarde, que a Susana já estava puta comigo, sem exageros, fui fazer o almoço. Nessa hora, já podíamos ver ventos bem fortes (Não sei calcular, mas acredito que de 20 a 30 km/h, as arvores balançavam, mas não muito) e uma chuvinha rala, mas até então, nada demais. A única coisa que reparei diferenciar de uma tempestade comum, era o vento, que soprava em uma única direção, e era praticamente com uma força constante, algumas rajadas, mas visivelmente constante. Depois do almoço, fomos assistir um filme que tava no meu HD externo. Demorei umas duas horas para configurar o Media Server (trocar 2x o firmware do roteador e ainda tive que pedir ajuda pro Juliano !! To ficando velho !! uahauhauha), mas antes das 5 já estávamos assistindo o vídeo na sala, com direito a pipoca e tudo.

A essa altura, os ventos estavam bem fortes, algumas coisas que estavam soltas na nossa sacada, ficavam voando e batendo contra a parede. Ainda bem que tiramos as plantas da Susana. A chuva, eu diria que estava média, nada muito absurdo, tirando o vento que já deveria estar à uns 40km/h, folhas e pequenos galhos no estacionamento, arvores balançando bastante e rajadas fortes, onde até os fios dos postes balançavam bem. A luz oscilou um pouco, teve uma falha, mas voltando em seguida. Se fosse em São Paulo, a luz teria acabado já durante a previsão !! Achei incrível como não faltou eletricidade !!
Acho que esse foi o auge da tempestade, ficou assim um tempo, e depois foi acalmando…

Nessa manhã, o chão estava até seco já ! Quando estavam anunciando a tempestade, imaginava aquelas tempestades tropicais que via em SP, que chovia até de baixo pra cima por causa do vento! Mas não vi nada disso… Nessa manhã, apenas noticias de que algumas escolas estavam fechadas devido a problemas elétricos, mas no trajeto de casa até escola da Rebecca e ao trabalho, não vi grandes desastres, é um trecho de 22 km, misto entre autoroute e ruas de bairro. Tinha muitas folhas no chão, mas vi somente unas 4 galhos (grandes) quebrados, mas não atrapalharam o transito, e somente uma arvore e meia derrubadas. (tinha uma árvore caída na beira da estrada, e depois numa rua de bairro, vi uma outra arvore que se partiu ao meio, metade tava no chão e outra metade ficou em pé, sim, partida ao meio verticalmente !!) Acho que aqui não tem tempestades tropicais !! Chegando aqui no escritório, estamos sem rede e sem telefone (que são IP’s aqui!). Ouvi o pessoal que aqui, nesse prédio (que é uma locação temporária) não tem fibra, e que temos uma ligação via antena com o prédio da administração regional, digamos assim… Então, esse texto está sendo escrito no bloco de notas para ser colocado ao ar mais tarde! Afinal, jogar paciência no escritório pega mal, então, vamos fingir que fazemos alguma coisa…

Em São Paulo, estava realmente acostumado com o caos total, num caso desses, arvores arrancadas com a raiz e tudo, ruas bloqueadas, transito infernal, inundações, etc… Ao ver a previsão. de 50 a mais de 100 mm com ventos de até cento e poucos km/h, imaginei este cenário para hoje de manhã, mas o transito estava até melhor que nos dias normais ! Vai entender !! E os estragos, não deram nem 10% do que imaginei. Acho que nem de perto choveu 50mm, e nem soube de nenhum alagamento por aqui em Québec.
Sei que teve cidades onde a coisa foi bem pior, em Sherbrook por exemplo, passou um flash na TV, onde o repórter tava falando que tava tudo bem, mas ele achou legal ver a água subindo uma rua, empurrada pelo vento que quase o impedia de falar ao microfone. Imagino que nos EUA a coisa deve estar feia mesmo, não vi nada na TV ainda nem na internet, mas nesse momento eu tenho as imagens da Kathrina(o H era entre o t e o r mesmo ?) Katrina na cabeça, com a devastação absurda !

Bom, esse post é mais para dizer aos parentes Brazucas, que devem (ou não) ter visto a previsão da Irene e que depois pegaria o corredor Montréal/St-Laurent passando por Québec, que as coisas aqui estão bem normais (quero minha internet !!!), e nada aconteceu !!

Como somos dependentes de tecnologia !!!  Não posso trabalhar, apesar de estar na minha mesa do escritório, porque uma antena está sem conexão, e tudo que eu tenho pra fazer, está em um servidor em algum outro ponto da cidade, que nem sei onde é !!

Bom, vou arrumar os papeis da minha gaveta e fazer esculturas de clips !

Até +

Anúncios

6 Respostas to “E o vento não levou!”

  1. Felipe said

    Aqui em Montreal parece que também não passou de ventos um pouco mais fortes que o normal e um bucado de chuva… E passei a tarde num paintball perto de Mont Tremblant e lá só teve chuva fraca no final do dia…

    Em relação aos nomes dos furacões, já ouvi dizer que são alternados nomes femininos e masculinos e em ordem alfabética… O próximo seria um nome masculino com J… O “estranho” é que normalmente os femininos são os piores… hehehe

    []’s

  2. Susana said

    Oi momor..
    Já pensou,pelos cálculos, se o próximo furcão se chama Jeison??????
    kkkkk
    beijo!
    Su

  3. Felipe W. said

    cara voces deram sorte, pois aqui em Ste-Foy que estamos proximo do Ste Laurent foi feia a coisa, o tempo fechou com nuvens carregadas de chuva e ventos de mais de 50 Km/h pois na nossa rua teve uma arvore caida, muitas folhas e vasos de varandas arremessados para fora do balcão. Alem de que tiveram outras arvores nas ruas adjacentes que tombaram por causa do vento e da chuva que começou por volta das 14 e so terminou as 23:00.
    Tambem percebi que uma area proxima da ponte ficou completamente sem luz e do outro lado do rio (Levis e Bauce) ficaram sem luz tambem tudo as escuras.

    Foi isso.

    Grande Abraço
    FN

  4. Marcinha said

    Os furacoes geralmente tem nome de mulher pq aparentemente somente o mal humor de uma mulher pode ser comparado aos estragos de um furacao…. Eu particularmente nao vejo semelhanca nenhuma. 😛
    Bjos,
    Marcinha.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: