Su & Je

As aventuras de uma família de imigrantes vivendo no Canadá

Archive for the ‘Jeison’ Category

Mudança

Posted by Jeison em 9 de julho de 2011

Olá…

Hoje um casal de namorados passou pela segunda vez aqui em casa, se interessaram muito pelo apartamento e assinaram a proposta para locação do apê. Segundo a imobiliária, teremos uma resposta talvez na quinta feira ou mais tardar semana que vem. Isso é uma boa notícia, pois andava bem angustiado com essa história de mudança, pois achamos um ótimo apartamento, mas o proprietário exigiu uma prova de que conseguimos nos desvincular de nosso atual aluguel !

Se tudo for positivo, devemos nos mudar na virada do mês para um belo apartamento 4 1/2 (dois quartos, sala, cozinha e banheiro) bem espaçoso e bem novinho. Como todo mundo deve saber, hoje moramos em um 3 1/2, o que quer dizer que temos apenas um quarto, que para mim, pra Susana e Rebecca está de bom tamanho até o momento, mas com a noticia da chegada de nosso primeiro canadensezinho(a), dois quartos é mais do que necessário. Logo logo falo da novela de alugar caminhão, convocar exército de amigos para ajudar, comprar coisas novas para a casa nova, etc etc etc…

Outra mudança que está ocorrendo é no meu trabalho, pois assumi um novo posto dentro do projeto que tenho atuado, com mais responsabilidades e mais comprometimento, estarei mais em contato com os quebekas e isso me ajudará muito no francês, mas terei que deixar um outro projeto que também estava atuando e gostava muito para estar 100% nessa nova empreitada.

O clima também está de mudança, tanto aqui quanto no Brasil, falando com meus pais soube que o Brasil está passando por uns dos invernos mais frios das últimas décadas, e esse ano aqui em Québec, o verão está bem fraquinho se compararmos com o ano passado, que foi insuportavelmente quente e abafado(29 a 33 graus). Esse ano temos pego temperaturas entre 24 e 28 graus, e não estamos tendo nenhum problema quanto a isso. Eu particularmente estou achando ótimo que não está tão quente, mas resta saber-se como será o inverno, há lendas que dizem que quando o verão é rigoroso o inverno também, mas estou achando que essa lenda pode estar um pouco invertida, pois não pegamos um inverno rigoroso ano passado… Bom, em alguns meses saberemos !!

Abraços !!

Posted in Canadá, Jeison, Pessoal, Susana | Etiquetado: , , , | 2 Comments »

La Neige

Posted by Jeison em 19 de dezembro de 2010

Bom meus caros,

Aqui a neve já chegou a algumas semanas, ainda tem muita neve para cair, mas já seu para vermos como ela é bela.

Nós achávamos que congelaríamos aqui, mas estamos nos surpreendendo a cada dia. Com as roupas certas fica muito fácil sair e curtir essa paisagem maravilhosa.

É engraçado como o nosso corpo se acostuma, no começo, -1 graus era bem frio e colocávamos várias camadas de roupa, hoje, quando está -5, penso: Ah, só -5, tranquilo, posso colocar só um jeans e o casaco, mas quando está -12, ops, colocar várias camadas de roupa, segunda calça, blusa por baixo do casaco, etc…. Até a Susana que era super friorenta no Brasil, aqui ela está super bem adaptada, e todos nós adoramos sair na rua pra passear, mesmo quando está com temperaturas bem negativas.

A neve nem sempre é branquinha como pensamos, ela vai ficando marrom nas ruas de tanto pegar a sujeira dos carros e por causa do sal com areia que eles jogam nas ruas para melhorar a aderencia. No dia que cai a tempestade de neve, fica tudo lindo, parecendo um cenário de filme, doi até as vistas de tão branco que fica as coisas, mas logo essa paisagem fica com uma lama marrom nas ruas… Mas mesmo assim, a paisagem continua linda.

Dirigir na neve, é como dirigir na lama ou na areia fofa, você tem uma certa aderência, mas escorrega muito, tem que tomar muito cuidado nas curvas e nas freadas, e maneirar muito na velocidade!! O problema mesmo é dirigir no gelo, onde a aderência é zero (zero mesmo), o carro fica totalmente fora de controle, não há realmente nada que você possa fazer.

Aqui os caminhões passam, tiram a neve, jogam sal, raspam o asfalto, mas mesmo assim, tem muito gelo na rua. Conforme os carros andam, a neve cai nos carros, e derrete, pois os carros estão quentes, quando os carros param nos cruzametos, a agua pinga no chão e vai fazendo pocinhas que congelam depois, e ai quando você vem para parar no cruzamento, pega várias dessas poças de gelo que realmente impossibilitaram-me de parar no lugar certo por várias vezes nessa ultima semana, graças a Deus, nada aconteceu, mas poderia ter dado uma bela dor de cabeça.  Normalmente isso acontece nos cruzamentos com pouco movimento, nas avenidas principais o asfalto é bem limpo.

Nos pneus existem um buracos para a colocação de “crampon” ou “stud”  em inglês. São pinos de tungstênio que ficam como cravos para quebrarem essa camada de gelo e darem aderência aos pneus. Eles são colocados nesses furos que existem na borracha do pneu e pode ficar na casa dos 100 cravos por pneu. Estou pesquisando para ver se coloco nos meus pneus, pois realmente ainda não aprendi a dirigir aqui. Na neve, moleza, quando tem gelo em baixo da neve, o bixo tá pegando !!!

Andar a pé é moleza, desde que você use um calçado adequado, existem muitas “botas de neve” que realmente não aguentam andar muito tempo em temperaturas frias, pois elas deixam o frio subir pela sola. Nesses casos, ainda é possível comprar uns sachês que geram calor e colocar dentro das botas, perto dos dedos, que é onde gela mais… Ainda não precisei disto, pois minha bota tem dado conta do recado tranquilamente. O meu problema tem sido a boca e o nariz, que congelam muito rapidamente. Por causa do óculos, não estou conseguindo usar o cachecol para cobrir boca e nariz, pois o ar quente embassa o óculos instantaneamente. Ainda não achei solução.

Ainda estamos precisando sair com o objetivo de tirar fotos mais bonitas, mas seguem algumas imagens que já tiramos:

Neve acumulada na mesa da nossa sacada

Nossa rua

O céu está assim, pois era um dia de tempestade, que é como um dia de chuva, com céu fechado, mas temos tido muitos dias de muito sol, mesmo com temperatura na casa dos -20 graus, o sol brilha lindo como sempre.

Outra coisa que aprendemos aqui, dia bonito não é dia quente, o Sol brilha com -20 graus também !! hahahahaha

Esquilos também saem de casa no meio da neve !!!

Rua Petit Champlain

Chateau Frontenac com um pouco de neve

Rio St-Laurent começando a congelar

Rio St-Laurent começando a congelar

Isso é o que acontece quando se pula em um monte de neve fofa.

Assim é como fica o jeans depois de pular na neve.

Posted in Canadá, Jeison, Pessoal | Etiquetado: , | 10 Comments »

Luto !!! Adeus Leandro, amigo…

Posted by Jeison em 25 de junho de 2010


Estamos de luto pelo nosso amigo Leandro Chagas.

Recebemos agora a pouco a triste notícia que ele teve um ataque cardio respiratório fuminante durante a partida Brasil x Portugal.

Nosso amigo foi guerreiro e lutador, brigou muito e tinha acabado de receber a notícia que o visto estava pronto no consulado, todos nós já o esperávamos aqui, e é muito triste saber que este sonho foi interrompido desta maneira, tão abrupta, e que nunca mais poderemos ter o grande Leandro por perto.

Lendro, fique com Deus, você está deixando muita saudade, estamos todos chocados com essa notícia inacreditável !!

Sem palavras no momento para mais
Jeison e Susana

Nossos sentimentos a toda a família e a todos que o conheciam.

Posted in Jeison, Pessoal, Susana | Etiquetado: | 8 Comments »

Mises à jour

Posted by Jeison em 16 de junho de 2010

Bom,

Agora mais aliviado por ter sido aprovado no teste pratico da SAAQ, vamos recolocar nossas coisas em dia.

Ontem finalmente chegou os cartões de residente permantente da Susana e da Rebecca com validade até junho de 2015, o meu ainda não chegou, ou se extraviou, mas vou aguardar mais um pouco antes de reclamar, mas por enquanto, ainda sou indigente…  kkkk

Tomamos uma decisão quanto à cidade a morar, e já fechamos um contrato de aluguel até agosto de 2011 em Sainte-Foy, Québec, em breve posto mais informações sobre a nossa nova morada, mas será um 3 1/2, ou seja, 1 quarto, sala e cozinha e 1 banheiro. O valor do aluguel já inclui tudo, desde os serviços do síndico/caseiro, limpeza das areas comuns, estacionamento, piscina, aquecimento,  água e eletricidade. Vamos pagar esse valor fixo até 2011 e não teremos surpresas nas contas.

Fiz a inscrição em um curso de francês na universidade de Laval, e solicitarei a bolsa ao governo, pois o curso é em período integral, esse curso é bem interessante, pois irá aumentar muito as minhas chances na hora de procurar emprego…

Dia 30 iremos para Québec, e ficaremos em um apartamento temporário até dia 1 de agosto, que é quando poderemos entrar em nosso apartamento definitivo.

Coisas que ainda tenho que providenciar:

* Alterar todos os nossos endereços em banco e orgão do governo para nossa nova morada.

* Cancelar garderie da Rebecca aqui em Montréal

* Alugar um depósito para colocarmos nossas coisas e providenciar um caminhão para o dia 1 de agosto.

* Verificar a ajuda de custo para crianças que ainda não veio nada…

* Marcar rendez-vous no MICC do Québec

Acho que é isso…

Esse final de mes ainda vai ser corrido, mas voltarei em breve…

Abraços

Posted in Canadá, Jeison, Pessoal | Etiquetado: , , | 10 Comments »

Permis de Conduire – SAAQ – Parte II

Posted by Jeison em 15 de junho de 2010

Hoje foi o meu exame prático, ou exame de rua da SAAQ para poder obter a permis de conduire québécoise.

Como alguns sabem, aqui é bem complicado conseguir uma vaga pra fazer o exame prático, tem muita gente pra fazer !!! Eu não consegui utilizar o serviço online para marcar o teste, vinha sempre uma mensagem solicitando fazer por telefone, então assim foi. A atendente pergunta alguns dados, confere algumas coisas e te passa a data mais próxima para o exame.

Eu tentei marcar aqui em Montréal ou arredores, mas só tinha vaga pro final de julho, quando a minha permissão pra dirigir estaria terminando, pois só é válida por 90 dias. Tentei marcar também em Québec ou arredores, mas o problema de superlotação foi o mesmo. Expliquei para ela que eu precisava fazer antes, pois minha permissão iria expirar e eu tinha que fazer a minha mudança (sim, aqui você mesmo faz a sua mudança, aluga o caminhão, coloca as coisas dentro, dirige o caminhão e depois descarrega tudo), e eu disse também que poderia fazer em alguma cidade do interior se fosse o caso. E foi exatamente isso que ela sugeriu, em Drumondville tinha vagas para o dia 15 de junho. Essa cidade fica a 1/3 do caminho de Montréal a Québec.

Alguns amigos, sugeriram ficar ligando diariamente pois sempre há desistências e eu poderia fazer aqui perto, mas como eu estaria em Québec para buscar os amigos Roberto e Maristela no aeroporto, eu decidi fazer em Drumondville mesmo.

O exame estava marcado para as 13:00, então as 11:00 saimos de Québec, e chegamos lá por volta das 12:30, paramos no McDonald’s pra comer, mas não tive tempo de terminar, deixei a Susana e a Rebecca lá para brincarem nos brinquedos e fui só fazer o exame.

Entrei, peguei a senha e logo fui chamado, a atendente solicitou meu passaporte e a carteirinha que eu recebi pra fazer o exame, perguntou com que carro eu faria o exame, e depois que eu disse que seria com o meu carro, me pediu a matrícula do carro e a do seguro, depois paguei com cartão de débito a taxa de $25 para a realização do exame, ela me devolveu o passaporte e reteve os outros, pediu para eu pegar um domo e colocar em cima do carro e depois aguardar ser chamado pelo nome. Esse domo é uma placa, como se fosse de taxista, mas escrito Exame de Condução. Acho de depois de uns 10 minutos, aparece uma mulher me chamando pelo nome, pergunta se eu já tinha colocado o domo sobre o carro e nos dirigimos para o estacionamento, ela solicita algo que eu tinha entendido apenas “entrar no carro” e “eu farei uma vistoria“, bom, eu completei a frase com: destranque o carro para eu entrar no carro e eu farei uma vistoria. Eu destranquei  o carro e abri a porta e fiquei esperando ela vistoriar, ai ela que ficou parada feito uma estátua na frente do carro gesticulou algo como “estou esperando você fazer o que eu lhe pedi” e eu tive que ir até ela, pedir desculpas que eu não havia compreendido bem, na verdade era: Entre no carro, ligue o carro que ela faria uma vistoria. Ok, entrei, liguei o carro e fiquei olhando pra ela, que gesticulou para eu abrir o vidro.

Vidro aberto, ela diz, clignotante à gauche, seta à esquerda, depois a direita, depois pequena buzinada, ai ela vai para a traseira do carro, e denovo, esquerda, direita, freio. Ok, ela entra no banco do passageiro, arrasta o banco lá pra tras, e pede:
– O senhor pode deixar este saquinho no banco traseiro pelo menos por hoje ?
– Claro, desculpe…
Tenho o costume de deixar um saquinho preso a alavanca de cambio como lixinho…  Pensei, mas que fresca ela viu !!!
Ela prende um espelho pra ela no para-sol dela e começa a falar um monte de coisas, que a pontuação mínima é de 75 pontos, que ela irá anotar coisas durante o trajeto mas que não necessariamente significam coisas ruins, que o percurso duraria uns 12 quarteirões, que ela iria observar muito os vícios ao volante para eu ficar muito atento a isto, perguntou se eu sabia o que ela ponto cego ou ponto morto (eu não tinha entendido a pergunta e ela teve que repetir) eu confirmei, ai ela virou bem a cabeça pra traz e disse, é assim que eu quero ver você fazendo, vou prestar atenção nisto. Diz que este horário tem muitos pedestres, ciclistas e etc que tem prioridade, e que seria avaliada minha atenção a isto. Ela diz que vai falar muito pouco durante o teste para não tirar minha concentração, que só interviria caso eu colocasse a segurança em risco fosse atropelar alguém (ao menos foi o que eu entendi) e  poderiamos começar o teste.

Ela coloca o cinto e diz, pode sair da vaga e ir para a esquerda.
O carro já estava ligado desde a seta pra esquerda direita, etc, então só engatei a ré, mão atras do encosto de cabeça dela, olha com a cabeça (retrovisor é peça obsoleta) pra tras  e casal de velhos atravessando bem devagar bem atars do meu carro, outro casal conversando encostado no carro ao lado bem onde vou passar. Carambolas seus pietons/pedestres *^!@%%$!*@ não estão vendo que estou fazendo um teste de volante e que minha vida depende disto ???
Casal de idosos passaram, outro casal nem se mexeu, começo a dar ré e o carro morre, olho pro painel, ar condicionado ligado..  grrrrrrrr, digo, Ops, acho melhor desligar isto…  hehehe… (risada amarela, bem amarela mesmo) continuo dando ré e saio da vaga, e ela me diz, vire a esquerda, seta, para olha se não tem mais nenhum casal amável que quer atravessar na frente de um motorista estressado por estar passando por um teste de volante, e pronto, vamos em direção a saída do estacionamento da SAAQ.
Vire a direita na esquina: Seta, olha pra lá, pra cá, não tem nenhum arrêt/placa de pare, e viro a direita, não tem placa de limite de velocidade, rua estreita, então deve ser 30 km/h.
Vire a direita na próxima esquina: Seta pra direita, agora tem um arrêt, tem que parar mesmo, olhar pros lados, engatar, olhar o angulo morto, e depois vai.
No farol, vire a esquerda: Ok, estou na faixa da direita, tenho poucos metros até o farol, tenho que trocar de faixa, vamos lá: retrovisor central, espelho esquerdo, angulo morto esquerdo, ai, o farol está chegando, seta, retrovisor central, espelho esquerdo, angulo morto esquerdo tudo denovo, muda de faixa, ufa, deu tempo… desliga seta, liga seta, chegamos no farol, espera ficar verde.
O senhor parou muito perto do carro da frente, eu te aconselho a parar a uma distância que consiga ver o pneu do carro da frente. Mas daqui eu consigo ver o pneu do carro da frente…  Mas se precisar não consegue sair desta faixa sem dar ré, deixe mais espaço, mas é só um conselho… É verdade, obrigado…
Farol ficou verde, virei a esquerda, placa de 50 km/h, acelero mais um pouco para não tomar xingo de estar andando devagar demais e atrapalhar o transito, dica do Alexei, valeu !! Passa uma esquina, duas, tres, e nada dela abrir a boca, o que significa, continue em frente… Na quarta esquina, vimos um giroflex de policia, e ela diz: O que será que aconteceu, ao chegarmos, eu disse, um acidente, bem forte… Um civic novinho tinha acabado com a frente dele na traseira do que parecia ser um subaru, que perdeu seu porta malas… Seguimos por mais duas esquina, depois vire a esquerda, direita, e assim vai, ela me fez passar por 2 vezes sobre uma pista de ciclistas, não me mandou entrar em nenhuma rua contramão, o que as vezes eles fazem pra testar se você tem visto as placas, sempre que eu tinha dúvida eu confirmava, é aqui que é pra entrar ?? Sim, é aqui, ou não, é na próxima…
Fim do percurso, ela diz, pare ao lado daquele carro vermelho, de ré.
Manobra efetuada, desliguei o carro e ela pergunta algo que eu não entendi, mas supus que deveria ser algo como, e ai, como você acha que foi o seu teste? Óbvio que só respondi que não sabia… Ai ela diz que eu tenho poucas palavras. Pensamento: Mas que diachos ela tinha perguntado então ??

Bom, ela começa a me dizer: Tanto quando saiu da vaga quando quando retornamos, você esqueceu da seta… quando entrou na vaga, não centralizou bem o carro… Depois que disse para não parar tão próximo do carro da frente você ainda o fez por duas vezes (Pensamento: Mas que coisa, não era só um conselho ??  grrrrr)… Você olhou bem o ponto morto (Pensamento: Uebaaa), mas não foi constante, esqueceu de olhar algumas vezes, e outras olhou antes do retrovisor e outras deu a seta muito tarde (Pensamento: grrrrr…)…

O senhor fez 78 pontos e leve o domo para dentro, e aguarde para tirar a foto.

Donc je réussi/Então eu obtive sucesso ???  “Alguma coisa indecifrável” 78 pontos, tenha um bom dia… Ela sai do carro…

Eu tiro o domo e levo pra onde eu o peguei, e fiquei esperando e pensando… É aqui que eu espero ?? Eu passei?? Acho que sim, se eu fiz 78 pontos, eu passei… Eu preciso de água,  cade o bebedouro ?? Estou no lugar certo ??

Achei o bebedouro e esperei mais uns 10 minutos, e o cara me chama.

– Qual o seu endereço ?
– Qual endereço você prefere, eu vou me mudar, quer o endereço atual ou o novo ?
– Quando o senhor vai se mudar ?
– Em 15 dias, no fim deste mês.
– Então quero o atual, sua carta chegará em até 6 dias. (Pensamento, Yes, eu passei!!!! Ou então Yaba Daba Doo !!!)
– Acho que é o mesmo que o senhor tem ai, 5295 avenue Louis-Jos### (sou interrompido)
– Perfeito, são 72 alguma coisa dolares, como o senhor vai pagar ??
– Cartão de crédito ou de débito.
– Débito, pode passar o cartão.
– Aqui estão seus documentos, em 6 dias chegará a sua carta de habilitação, tenha um bom dia.
– Obrigado (pegando um monte de papeis, liberando o balcão, tentando guardar os papeis e eles tentando cair no chão, tudo ao mesmo tempo…)

Esse foi meu teste, acho que se eu tivesse feito mais uma infraçãosinha, não teria passado, fiz 78 precisando de 75…

Com isso me livro de mais um enorme peso nas costas, e já posso dormir tranquilo. Agora, posso fazer a minha mudança tranquilamente…

Isso é assunto pra outro post… E por falar em post, este aqui é o de numero 101 !!! Obrigado a todos que nos acompanham

Até breve…

Posted in Canadá, Jeison, Pessoal | Etiquetado: , , , , , | 4 Comments »