Su & Je

As aventuras de uma família de imigrantes vivendo no Canadá

Preparando o processo por Québec

Posted by Jeison em 6 de julho de 2009


Esse post já deveria ter sido escrito a muuuuuuito tempo, e atendendo alguns pedidos, eis que criei coragem para escrever.
Eu ia começar esse post com um passo a passo de como montar o dossiê para abertura do processo de imigração por Québec, mas acho que será muito mais útil se além disso, eu colocar nossas principais dúvidas e como fizemos para solucionar cada ítem.

Na minha opinião, para quem quer imigrar, a primeira coisa que deve ser feita, é correr atras da informação, e isso não é só entrar em listas e blogs e pedir tudo mastigadinho, o que pode parecer fácil, pode tornar-se um feitiço contra o feiticeiro, tem muita informação desencontrada, e muita opinião pessoal nos blogs e fórums. Essa ajuda mesmo que estou oferecendo, em alguns meses, já não será mais útil, pois o processo muda, os formulários mudam, etc…
Posto tudo isso, a coisa mais sensata a se fazer é ir em busca de informações oficiais. Aonde? Oras, site do Escritório de Imigração do Québec em São Paulo (site com muitas coisas em português inclusive), site do governo canadense, do consulado, etc… Alguns destes links eu coloquei na seção Links Uteis aqui do blog.

Nosso processo começou exatamente assim, depois de sonhar muito e ler muita bugiganga, fui nos sites oficiais, li e reli tudo muitas vezes (google translator neles). Fiz os testes online. Baixei os guias oficiais, li todas as explicações passo a passo, sim, eles fornecem um passo a passo oficial do que você deve fazer, não é incrível !!! Mas uma coisa eu te digo, isso cansa, e cansa muito, pois o passo a passo deles abrange todos os casos, então tem muito se você for casado faça… mas se for solteiro faça… se tiver filho faça… se o filho for casado então faça… mas se o filho for casado e menor de idade ai faça isso outro… Ou seja, tem inúmeros casos que não se enquadram no seu perfil, e você acaba lendo para ter certeza que não tem a ver com você mesmo… Quem leu entende o que estou dizendo… Maaaaas, mesmo assim, é uma prática obrigatória ler estes guides, pois lá não tem diz que me disse, lá é tudo preto no branco, a informação é oficial e não tem conversa… Claro, ficam algumas dúvidas na interpretação de alguns itens, ai vale perguntar pros universitários ou pra plateia, o que não pode é permanecer na dúvida…
Outra coisa importante, é, sempre pegue os formulários a serem preenchidos diretamente do site do governo, sem opção!!! E antes de enviar, certifique-se que o que você está prestes a despachar é realmente a última versão, pois senão, eles congelam tudo e pedem pra você atualizar os formulários. Com isso gasta-se muuuuito tempo e sedex só pra mandar o formulário que você esqueceu de verificar se era o atual.

Enfim, pegamos os formulários, lemos os guides, e começamos a preencher, a mão ?, claro que não, afinal, isso não é formulário de concurso em supermercado… Os formulários, digamos que 100% deles são em PDF, aqueles arquivinhos que você não consegue editar, sabe ? Pois é, se não dá pra editar, como preencher ?? Bom, ainda bem que tem um programinha gratuito, chamado FoxIt, mão precisa nem piratear… Ai você habilita uma barra de menu que tem a máquina de escrever, ou Typewriter em inglês, e com esse recurso incrível, você consegue preencher o seu lindo formulário como se estivesse literalmente escrevendo com uma máquina de escrever sobre uma folha impressa, é muito legal, e o resultado final, é um formulário, limpi, claro, e muito fácil da pessoa que vai receber lá entender tudo direitinho como deve ser…
Detalhe: Os formulários, todos, tinham versões em inglês e em francês, e como estamos indo para Québec, o mais óbvio foi utilizar o modelo em francês, teóricmente não há diferença, mas mostrar habilidade no francês desde o início pareceu uma ótima ideia. optamos por preencher tudo em francês também, endereço, descrição e titulos dos cargos, dos cursos, tudo… (Nomes de empresas e faculdades em português, ok?) Nosso Curriculum também foi em francês…
Perai, não temos capacidade para escrever tudo isso em francês, mas tivemos uma super ajuda da nossa querida dona da École Québec para corrigir os últimos detalhes e dar a revisada final. Outra fonte muito boa, foi o site emploi-québec (francês e inglês), que tem todas as profissões, profissões relacionadas, descrições dos cargos, das atividades, ou seja, quase tudo que precisavamos. Foi uma mão na roda…

Principais dificuldades nossas:
1ª – Escrever tudo em francês, peçam ajuda a profissionais !!!!
2ª – Eu fui empregado e hoje sou pessoa jurídica, muito comum na área de tecnologia. Como comprovar a experiência ?
R: O próprio quide fala um pouco desse caso. No caso do CLT (empregado), basta cópia dos holerits e da carteira profissional. E para o PJ, eu coloquei todos os documentos da empresa, as últimas notas fiscais, e acabei sendo obrigado a abrir o jogo na empresa, dizendo que quero imigrar em 1 ano, correndo o risco de levar um chute na bunda por causa disso, mas ainda estou empregado, hehehe, mas tudo isso para pedir uma carta de referência, que segundo o guide, deve conter data de início na empresa, função exercida e principais atribuições, além de nome e contato do seu superior. Consegui essa carta quase sem problemas, apenas tendo que contar meus planos a quem eu não pretendia, mas sai dessa sem prejuizo.
3ª – Tamanho das fotos. No guide, fala em tamanho passaporte, que eu entendo ser 5×7. Tem alguns fórums que dizem 3,5×4,5. O escritório não respondeu essa dúvida, e pra evitar confusão, mandei um jogo de fotos em cada tamanho. Mas hoje, acho que comecei a decifrar esse eníguima. As fotos 5×7 são para o processo Québec e as 3,5×4,5 são para a parte federal do processo… Mas ainda não tenho certeza a ponto de afirmar isto…
4ª – Ordem dos papeis. Eu bão acreditava, mas depois de tirar cópia(simples e sem tradução) de todos os documentos a serem enviados, deu quase 200 folhas. Os guides falam apenas colocar em ordem cronológica, do mais atual para o mais antigo, OK, empregos e cursos dá pra fazer isso na boa, mas não ia misturar tudo no envelope, e se o cara lá deixa cair e embaralha tudo ? Bom, fiz da seguinte forma, não sei se a mais correta. Coloquei primeiro o papel autorizando o débito no cartão, depois o contrato de autonomia financeira, depois a minha DCS (aplicante principal), seguido das cópias dos cursos em ordem cronologica invertida, cópias dos comprovantes de emprego na mesma ordem, cópias dos certificados, tudo nessa ordem, depois a DCS da Susana, seguido de todas as cópias relativas as experiências dela, e por ultimo, os documentos da Rebecca. Tudo bem separadinho com uns 20 clips ou mais, pra facilitar ao máximo o trabalho do examinador. Colocamos tudo dentro de um saco plastico, aqueles de fichário, e depois dentro de um envelope de papel.
5ª – Valor a declarar no contrato de autonomia financeira. Bom, no próprio formulário tem o mínimo a colocar, depende do número de pessoas. Nos indicaram a colocar só o mínimo, mas coloquei uns 1500 dolares acima do mínimo, quero levar bem mais que isso, mas pelo menos, se eu não conseguir levar o que quero, não fico vendido, e caso o mínimo altere, ainda tem uma folguinha no valor que declaramos. Coloquei 6000 para 2 adultos e 1 criança. O mínimo era 4500 e uns quebrados.

Algumas dicas:
1ª – No campo da descrição das atividades exercidas nos empregos, tente pegar descrições parecidas com as do site emploi-québec, e não use mais doque 5 ou 6 itens.
2ª – Seja fiel a sua carteira profissional, não invente nada, pois o entrevistador vai checar todos os dados, e na hora você terá que se explicar caso ele ache algo estranho.
3ª – Na dúvida, pergunte, se a dúvida for muito cabeluda, vale até e-mail para o escritório de imigração.

Bom, o postficou gigante, mas espero ter ajudado alguém, e isso já valeria o esforço.

Se eu lembrar de mais algum detalhe do processo eu atualizo e republico o post.

Acho que isso é mais útil que dizer campo a campo o que preencher, pois o formulário é meio óbvio, não tem muito o que inventar.

Abraços.

Anúncios

7 Respostas to “Preparando o processo por Québec”

  1. Jason,

    Cara isso que ]e post cara rsrsr, muito bom mesmo se tivesse lido algo assim quando comecamos o processo teriamos mais facilidade do que tivemos na epoca, mas como voce mesmo disse, nao adianta pegar tudo mastigado que nao vai ter tudo nao, precisa de muita pesquisa e dedicacao e trocar informacoes com o maior numero de pessoas que estejam no mesmo barco, seja em qualquer estagio da viajem.
    Valeu mesmo.

    Grande Abraco
    Felipe e Nayara

    • Jeison said

      Valeu Felipe…

      Mas é isso ai, já percebi que o melhor é correr atras das informações, pois mesmo depois de imigrarmos, as coisas não virão mastigadas não, temos que suar muita camisa pra conseguirmos o que queremos…

      Abraços.
      T+

  2. Andreza Borba said

    Adorei esse post!!! Estou iniciando meu dossiê, juntamente com meu marido e esse post já ajudou bastante, pois como você falou as informações referentes ao processo estão sempre mudando, bem como os próprios entrevistadores, logo os depoimentos que lemos nos blogs e fóruns servem mais para saber mais ou menos como é a situação, afinal cada caso é um caso e os entrevistadores mudam bastante. Desejo muito sorte para vocês!! Abs

    • Jeison said

      Oi Andreza,

      Que bom que ajudou, fico feliz…

      Na verdade estou devendo um outro post, bem mais detalhado, passo a passo mesmo, mas o difícil está sendo arrumar tempo para escrever.

      É verdade, as coisas mudam muito lá, nossa entrevista é em breve e até agora não temo ideia de quem será o entrevistador, está um mistério isso !!!

      Abraços e muito boa sorte com seu processo também…

  3. […] Preparando o processo por Québec […]

  4. Artur Araujo said

    Achei um excelente post, atualmente moro no brasil, mas estou pensando em entrar nessa jornada com minha esposa. Eu tenho uma pergunta, estou estou concluindo a faculdade, assim como voce, eu tambem trahalho como analista de sistema, a conclusao do nivel univercitadio conta alguma coisa ai?

    • Susana said

      Oi Artur!
      Sim,,claro,conta sempre…quanto mais preparado vc estiver,melhor ficará por aqui…e francês será uma das coisas que usamos muitíssimo!tanto na entrevista quanto na sobrevivência…:)
      Fica a dica!!!:)
      Boa Sorte…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: